Missões e Comunicação

Comunicação – uma visão bíblica

Comunicação –  uma visão bíblica

Comunicação – uma visão bíblica

Todos sabemos da importância da comunicação eficiente, principalmente  para nossos dias. Mas isso não é coisa nova, não. A Bíblia nos fala que a boa comunicação (comparada ao som inteligível da trombeta) pode salvar vidas (Ez. 33:1-9).

A comunicação é ilustrada de muitas formas, inclusive como trombeta, em todas fases da história Bíblica, vezes servindo de chamada ao ajuntamento das tropas, para anunciar a chegada de comitivas e de autoridades, de alerta contra os ataques dos inimigos, e por outras vezes, serve de chamada às responsabilidades quanto ao anúncio de futuros eventos no Reino, como em 1 Coríntios 15:52: “…num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.”

Esta trombeta (comunicação) de Deus chamará todos os santos de todos os tempos para a casa do Pai.
O apóstolo Paulo usou a trombeta militar romana como uma metáfora para a batalha espiritual. Aqueles que creem na Bíblia deveriam estar prontos para partir rapidamente para qualquer campo de conflito, como lhes for ordenado, sempre dispostos a travar o bom combate da fé (1 Tm. 6:12; 2 Tm. 4:7). Nesse estágio, o crente deve estar totalmente vestido com a armadura de Deus. O Senhor quer guerreiros adestrados, alinhados com outros, que lutarão contra as ciladas do diabo (Ef. 6:11). Em 1 Coríntios 15:51-52 a trombeta está relacionada ao arrebatamento da Igreja: “Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. Comunicadores (trombeteiros), É tempo de tocarmos os vários tipos de trombetas para que nossa geração entenda claramente os comandos de seu General. Para tal, precisaremos distinguir seus sons, sincronizá-los e adequá-los a cada momento apropriadamente. Afinal, “se a trombeta der som incerto, quem se preparará para a batalha?” (1 Co. 14:8).

Sobre as trombetas de Apocalipse, prefiro não discorrer, pois, ao ressoar delas, será tarde demais para a humanidade!

Um grande abraço. Wellington de Oliveira


Leave a Reply

* fields required